Odebrecht Ambiental conclui ampliação de novos filtros na ETA

Com os novos módulos, a concessionária torna o processo de tratamento mais eficiente e reduz o uso de água na Estação

 Liberação_novos filtrosA Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto em Limeira, concluiu a ampliação de dois novos filtros na Estação de Tratamento de Água (ETA). Somados aos quatro já existentes, os novos módulos aumentam a capacidade de filtração da água e reduz a necessidade de lavagem dos filtros, o que permite maior eficiência operacional e menor volume de água utilizado na manutenção da Estação.

“Os investimentos representam um importante ganho ambiental, principalmente no contexto atual de estiagens mais severas, quando os volumes de água disponíveis nos mananciais diminuem. Com os novos equipamentos, é possível manter os níveis de qualidade da água tratada com menor uso dos recursos naturais”, cita Rodrigo Leitão, gerente de operações.

De acordo com Leitão, as vantagens obtidas com a nova operação inclui a automação do processo, redução no consumo de água para uso operacional na ETA e maior eficiência dos equipamentos de filtração, uma vez que saturam com menos frequência. “Com a ampliação, reduziremos 70% no volume de água usada nas lavagens dos filtros e em 35% na quantidade de vezes necessárias para essas lavagens. Outro ganho é na parte operacional. No processo anterior, a abertura dos registros era manual e agora é automatizado e o monitoramento, antes feito a cada 30 minutos, passa a ser feito de hora em hora”, explica Leitão.

As obras tiveram início em meados de 2013 e foram concluídas no início deste mês. Nos últimos dias, os novos filtros entraram em uma espécie de pré-operação, fase em que a Odebrecht Ambiental analisou os dados operacionais, monitorou e acompanhou os parâmetros para seguir com a liberação dos filtros.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign