Colégio Jandyra no festival de robótica

O Colégio Jandyra, participou do 2º Festival de Robótica de Sorocaba, no último dia 3 de setembro, no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). O evento recebeu mais de quatro mil pessoas entre estudantes competidores, alunos da rede pública de ensino e visitantes em geral.

2º Festival de Robótica de Sorocaba (2)

Promovido pela ViaMaker Education, o festival é considerado o maior do Estado de São Paulo neste formato, e contou com a parceria da Agência de Desenvolvimento e Inovação de Sorocaba – Inova Sorocaba. De acordo com Anie Bonel de Oliveira Pereira, professora de Educação Tecnológica do Ensino Infantil e Fundamental do Colégio Jandyra, a prática da robótica no currículo escolar tira o aluno da posição de consumidor passivo de tecnologia e o coloca como protagonista. “Eles aprendem a produzir tecnologia e não somente consumi-la através de joguinhos já criados. Desenvolvem os próprios jogos e aprendem como realmente funciona a coisa. Independentemente da profissão que escolherem, o estudo da robótica é de valor inestimável. Além disso, o festival contribui para a socialização e o espírito de equipe deles, pois, ao criarem os projetos, aprendem a dividir conhecimento, cooperar e formar opinião”, disse.

Segundo Marcos Pollo, diretor pedagógico da ViaMaker, o 2º Festival de Robótica de Sorocaba teve por objetivo proporcionar aos jovens a vivência em ambientes de torneios; estimular o enraizamento de valores como cooperação, pró-atividade e espírito de competição amigável; gerar motivação ao estudo da ciência e tecnologia e desenvolver habilidades e competências como trabalhar em equipe e saber se expressar. “A ideia é contribuir no sentido de desafiar esses estudantes a resolver problemas do mundo real por meio da robótica educacional”, pondera.

No país, existem ações similares, como a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) e o First Lego League (FLL), que possuem etapas classificatórias regionais, estaduais e uma final nacional – que classifica para o torneio internacional, como é o caso da FLL. “O festival de Sorocaba, contudo, segue os padrões da FLL, mas sem as fases seguintes. Por isso, é considerado o maior do estado de São Paulo”, observa Daniel Lorenti, diretor comercial da ViaMaker.

Este é o primeiro evento de robótica em que, além do torneio para os alunos do Fundamental 2, também promove competição para os estudantes do Ciclo 1, cujas idades variam de seis a dez anos. Foram entregues certificados de participação e medalhas aos times participantes, além de troféus para as três equipes vencedoras.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign