Tortinha de Blueberry e doce de minhoca são atrações culinárias

Os chefs e confeiteiros de Holambra estão sempre surpreendendo os visitantes da Expoflora a explorar os sabores. Além das novidades em confeitaria, pratos da tradicional culinária holandesa são oferecidos pelos restaurantes durante o evento para atender os mais exigentes paladares

SONY DSCCriar e recriar receitas, dar forma e sabores para serem atrativos aos olhos e agradáveis ao paladar. Uma missão nada fácil para os chefs e confeiteiros de Holambra que, anualmente, recebem a instigante tarefa de preparar sempre uma novidade para oferecer aos mais de 300 mil turistas que visitam a Expoflora. Por mais desafiadora que seja a missão, eles se superam e apresentam, em 2013, duas deliciosas sobremesas. A 32ª Expoflora conta com os patrocínios da Ypê, Chopp Kremer e Banco do Brasil, e com o apoio da Ultragaz e Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra.

A Tortinha de Blueberry, preparada com a fruta que leva esse nome, será apresentada acompanhada de uma flor, a Rosa Blueberry, batizada com esse nome devido à semelhança de sua cor com a da fruta. O doce é feito de uma massa assada com recheio de geleia de blueberry. Descrever o formato do doce é tarefa fácil. Difícil, também, é explicar o sabor suave e marcante da fruta, típica dos países europeus, bem perceptível na geleia. A rosa é um brinde que a confeitaria Zoet en Zout oferecerá em uma linda embalagem, junto com o doce, graças a uma parceria com o produtor Adriano Van Rooijen. A promoção é válida apenas durante a Expoflora 2013.

Outra novidade culinária fará a alegria das crianças e despertará o lado infantil dos adultos. Depois do sucesso da sobremesa Vaso de Alstroeméria, no ano passado, dos canteiros do Restaurante Casa Bela surgem esse ano também o Vaso de Áster e o Docinho de Minhoca. As minhoquinhas de goma são servidas num vaso de barro, adubado com uma mistura de chocolate e mousse de maracujá, cobertos com uma fina camada de farelo de biscoito.

Speculaaswafel
Um speculaaswafel (Oma Beppie) é uma mistura das duas bolachas mais famosas na Holanda: speculaas e a stroopwafel. Speculaas é feito com varias especarias e a lenda disse que no século 17, quando os holandeses navegaram para a Índia Oriental, um navio voltando para Holanda enfrentou uma tempestade e quando chegou em Amsterdam as especarias que carregava tinham se misturado. Ninguém sabia o que fazer com essa mistura, até que um padeiro teve a ideia de fazer uma bolacha. Assim nasceu o speculaas, uma bolacha muito apreciada pelos holandeses.

Stroopwafel é uma bolacha cada vez mais conhecida no Brasil. São duas metades recheadas com caramelo no meio. Hoje em dia já existem outros sabores além do original, mas o speculaaswafel é uma novidade no Brasil. O mais importante da bolacha é o recheio e cada padeiro guarda esse segredo a sete chaves. A proporção certa dos ingredientes define a melhor viscosidade do recheio e com isso a qualidade da bolacha. A receita é adaptada conforme as condições climáticas, para evitar que fique muito duro no inverno e muito mole no verão.

Até 1870 o stroopwafel era um produto somente feito na cidade de Gouda, mas a partir daí começou a conquistar a região e em seguida o resto da Holanda. Hoje em dia, o stroopwafel se encontra em quase todo o mundo, quer seja importado da Holanda ou de fabricação local. A Oma Beppie continua essa história no Brasil. O nome é em homenagem a avó holandesa Elizabeth, carinhosamente chamada de Oma (avó) Beppie, que fazia artesanalmente os stroopwafels em sua casa, para comer em família aos domingos.

Exclusividades de Holambra
Muitos dos pratos e doces holandeses os brasileiros encontram somente em Holambra, antiga colônia holandesa, hoje um município com 11 mil habitantes localizado a 140 km de São Paulo, na região de Campinas. Os poffertjes (fofinhos), por exemplo, são irresistíveis. Originário da França, mas totalmente incorporado à cultura holandesa, o doce é uma espécie de panquequinha que pode ser feita com muitos acompanhamentos, sendo os mais procurados o com manteiga e açúcar (tradicional) e o com morango e chantilly. Esses docinhos são vendidos apenas em um quiosque do Casa Bela Restaurante. Outro, é o stroopwafel (waffles com caramelos), que pode ser encontrado na Oma Beppie e nas confeitarias Martin Holandesa e Zoet en Zout

Tem também a batata no cone (da Martin Holandesa) que faz parte do dia a dia dos holandeses e estará disponível em diversos pontos no recinto em modernos quiosques, com molhos de mostarda, roseé, catchup e amendoim.

O pannekoek (fala-se panecuque), que está para os holandeses assim como a pizza para os brasileiros, ganha um novo recheio este ano. O prato é uma espécie de panqueca aberta com recheio incorporado à massa e gratinada com queijo gouda. A Martim Holandesa criou até um Pannenkoek huis no recinto da Expoflora, onde o visitante pode escolher entre diversos sabores doces ou salgados de pannekoek.

A viagem pelos sabores da Holanda ganha a companhia do StampotWortel SpareRibs met Appelmoes (costelinha com batido de cenoura e purê de maçã), prato criado nos tempos da Guerra dos 80 anos, há quase meio milênio, e preparado em diversos lares holandeses até os dias atuais.

Receitas dos novos doces

Tortinha de Blueberry – Confeitaria Zoet en Zout

Ingredientes
100g Açúcar
200g Manteiga
300g Farinha
Raspas de Limão
Marzipã
Geleia de Blueberry

Modo de Preparo
Junte a farinha, manteiga, açúcar e as raspas de limão em um recipiente e amasse até formar uma massa homogênea. Cubra com plástico e guarde na geladeira para descansar.
Unte forminhas de aproximadamente 8 centímetros de diâmetro. Abra a massa já descansada e forre o fundo e lateral das forminhas.
Recheie as forminhas com o marzipã e depois com a geleia de blueberry. Asse em forno pré-aquecido a uma temperatura de aproximadamente 160°C por 30 minutos.
Espere esfriar, tire da forma e sirva.

Doce de Minhoca

Ingredientes:
Recheio de chocolate
1 lata de leite condensado
4 colheres de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de manteiga
1 lata de creme de leite

Mousse de maracujá:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 lata de suco de maracujá concentrado

Base:
3 ovos
2 xícaras de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
1/2 xícara de leite
1 1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento químico
1 1/2 xícara de leite de coco
1 1/2 xícara de coco ralado

Para finalizar, biscoito de chocolate picado

Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes do recheio de chocolate na panela, exceto o creme de leite, e misture bem. Deixe em fogo baixo por 10 minutos ou até que solte do fundo da panela.
Mexa sempre com a ajuda de uma colher de pau. Adicione, então, o creme de leite e deixe esfriar um pouco. Reserve

Mousse:
Bata todos os ingredientes no liquidificador por cerca de 4 minutos e reserve.

Base:
Numa tigela, bata os ovos, o leite, a manteiga e o açúcar até que fique homogêneo. Acrescente o coco ralado, já hidratado no leite de coco, a farinha de trigo e misture bem. Coloque o fermento e misture. Coloque em uma fôrma já untada e enfarinhada e leve ao forno por 30 minutos a 180ºC.
Deixe esfriar.

Montagem:
Com ajuda de um cortador redondo, corte um pedaço da base de coco e coloque no fundo do cachepot limpo.
Coloque o recheio de chocolate até atingir 2/3 do vaso.
Acrescente o mousse de maracujá e finalize com biscoito picado.
Para decorar coloque as minhocas de goma como se estivessem saindo de dentro do pote.

 

Serviço:
32ª Expoflora

Data: de 30 de agosto a 29 de setembro, de sexta-feira a domingo
Horário: das 9h às 19h
Localização: Holambra, SP 340, rodovia Campinas-Mogi Mirim, saída 140.
Ingressos: R$ 32 na bilheteria
Informações para o público: (19) 3802-1421 e expoflora@expoflora.com.br

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign