Santa Casa de oferece leitos na Unidade de Queimaduras à vítimas de Santa Maria

69691_487373664660439_1922262198_nA Santa Casa de Misericórdia de Limeira ofereceu, hoje pela manhã, oficialmente, quatro leitos da Unidade de Tratamento de Queimaduras (UTQ) às vítimas da tragédia em Santa Maria.

O comunicado oficial foi encaminhado em nome do provedor, Antonio Eduardo Francisco, aos cuidados da secretária da Saúde do município gaúcho, Anny Desconzi, e do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Assistência Social.

A mobilização foi iniciada na Santa Casa na noite de ontem, quando a equipe recebeu orientação do médico coordenador, Flávio Nadruz Novaes, para que disponibilizassem, sem prejuízos aos pacientes internados, vagas de leitos para possíveis transferências. São 12 leitos neste departamento.

A UTQ é um serviço de referência nacional, reconhecido pelo Ministério da Saúde, e atende uma abrangência de 88 cidades do Estado de São Paulo. Isso explica a decisão de oferecer as vagas. “Nos movimentamos em razão da gravidade dos casos e também porque sabemos que no Brasil existem poucos leitos para tratar queimaduras. Como somos referência, fizemos nossa parte. É possível que não utilizem nossas vagas, mas também é importante que tenhamos elas disponíveis para eventual demanda”, disse.

A ordem dele foi agilizar casos de pacientes que estão em situação fora de perigo, para que recebam alta o mais rápido possível.

MORTE POR ASFIXIA

De acordo com o médico Flávio Nadruz Novaes, muitas das vítimas da tragédia na boate Kiss, em Santa Maria, foram asfixiadas, e outras se salvaram, mas sofreram intoxicação em razão da exposição à fumaça. Ele ressaltou que são necessários apenas alguns minutos para a pessoa falecer.

A dificuldade de respirar por causa do excesso de fumaça no ambiente já provoca sensação de sufocamento, considera Novaes. Depois, o oxigênio disponível no ar também tende a diminuir. E o mais grave, segundo ele, é o contato com o monóxido de carbono, que afeta o transporte de oxigênio pelo corpo, afetando as células do sangue. Passado esse momento, a pessoa perde a consciência e morre por asfixia.

É comum casos de pessoas que sofrem queimaduras em locais fechados sofrerem intoxicação pulmonar, por isso, necessitam de ventilação mecânica para respirar.

A Santa Casa  de Limeira interna anualmente uma média de 300 pessoas vítimas de queimaduras, ou seja, quase um caso por dia. Materiais inflamáveis são os que mais provocam os acidentes.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign