Prefeitura inicia projeto Horto Linear Urbano

Foto Adilson Silveira (4)A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, iniciou hoje (24) o projeto Horto Linear Urbano. A iniciativa visa o plantio de 339 mudas diferentes de espécies nativas no Anel Viário – entre a rotatória da Pedra (próxima ao campus da FCA/Unicamp) e a rotatória localizada na saída para Cordeirópolis. As primeiras 80 mudas serão plantadas nesta segunda-feira. O projeto, que faz parte do plano de ações para os primeiros meses de governo do prefeito Mario Botion, será desenvolvido de forma contínua.
 
Todas as espécies selecionadas para o projeto são adequadas para o plantio em canteiros centrais, calçadas e áreas livres. “O objetivo é plantar o maior número possível de espécies de árvores nativas nesta região de grande fluxo de veículos. A proximidade com a FCA/Unicamp também favorece a proposta de sensibilizar as pessoas sobre a diversidade da nossa flora”, explicou o secretário da pasta, Paulo Trigo.
De acordo com o secretário, a população também poderá colaborar com a iniciativa. Quem tiver uma árvore de espécie nativa rara ou pouco conhecida e quiser plantá-la no local poderá participar. Basta entrar em contato o Departamento de Licenciamento e Fiscalização, pelo telefones 3442-9628 e/ou 3444-1747 para saber se a referida muda poderá ser plantada e contar com a orientação dos técnicos da secretaria.
O projeto é realizado por meio de compensações ambientais sem gerar custos extras ao município.
 
SOLO
Como o plantio das mudas está sendo realizado em área urbana, o solo recebeu um tratamento especial. A abertura dos berços (buracos feitos no solo para receber as mudas) foi feita com retroescavadeira para descompactar o solo. Depois, foi realizada a adubação que permaneceu durante 30 dias reagindo com o solo. Os técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente também aguardaram as últimas chuvas para iniciar o plantio e aproveitar o solo úmido. As mudas também receberam uma adubação complementar com micronutrientes e hidrogel para garantir a umidade do solo durante a estiagem.
 
Para finalizar, o coroamento da muda é recoberto com serrapilha – nome dado à camada de material orgânico em decomposição, proveniente da trituração de galhos de árvores que receberam poda. “As principais funções da serrapilha são fornecer nutrientes para o solo por meio da decomposição, manter sua umidade superficial e evitar o crescimento de ervas daninhas próximas da planta”, disse Paulo Trigo.
 
 
 
 
JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign