Novo zoológico recebe autorização para funcionar

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA) aprovou o manejo de animais no novo Zoológico Municipal, localizado no Horto Florestal. O parecer favorável foi emitido hoje, dia 20 de fevereiro, a partir de uma vistoria de duas técnicas do Centro de Fauna Silvestre em Cativeiro, da SMA. A aprovação do novo Zoo era aguardada com grande expectativa pelo prefeito Paulo Hadich, que recepcionou as técnicas da SMA logo no início da manhã. “Todos os esforços foram feitos para readequar o local, criando um ambiente de qualidade tanto para os animais, quanto para a população”, afirmou o prefeito.
Durante a vistoria, as técnicas inspecionaram minuciosamente cada detalhe das novas instalações, observando as adequações solicitadas pela SMA em uma visita anterior, realizada em 2011. Foram avaliados aspectos como: a estrutura de apoio veterinário, o tamanho e a segurança dos recintos para prevenir possíveis riscos de fuga.
Um das adaptações mais recentes foi empreendida no recinto dos leões. As frestas das grades eram grandes e poderiam ocasionar acidentes. De acordo com a especialista ambiental da SMA, Ana Carolina Dalla Vecchia, responsável pelo parecer, houve diversas melhorias no local. “Foi um bom trabalho dessa gestão, que proporcionou a atualização de vários itens sugeridos na a última inspeção”, explica. Para ela, um dos pontos fortes do novo Zoológico é a sua localização. “É interessante a integração do Zoo com o Horto Florestal. É um espaço privilegiado, mais apropriado que o Zoo do Centro”, destacou.
Ana Carolina ainda fará um relatório sugerindo a readequação de alguns detalhes, entre eles, a ambientação de recintos com a instalação de poleiros e casinhas, bem como, a melhoria da arborização para que os animais tenham uma climatização mais adequada. Ela diz, porém, que as necessidades apontadas no novo parecer não impedem o funcionamento do local.

Transferência
O próximo passo, conforme a diretora de Áreas Vivas da Prefeitura de Limeira, Giuliana Clarice Mercuri Quitério, é fazer a transferência dos animais. “Ela será gradual e realizada por grupos de espécies”, esclarece. Ela ressalta que ainda não há previsão para a transferência e abertura do Zoo ao público e que isso irá ocorrer só após um período de adaptação dos animais. “A ideia é começar a visitação aos poucos, recebendo pequenos grupos de estudantes.”
O Secretário Municipal do Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Bioatividades, Alquermes Valvassori, relata que uma das principais características do novo Zoo é reunir animais que pertencem ao nosso bioma, como as aves. “Além disso, nossa preocupação é transformar o local em um importante centro de educação ambiental, inclusive, com a visitação noturna de animais”, diz.

Dimensões
O novo Zoo foi construído dentro de um terreno de 40 mil metros quadrados. Tem capacidade para abrigar até 350 animais. Além de receber os 200 exemplares do Zoo do Centro, sobrará espaço para a transferência de novas espécies. A ligação com entidades ambientais, como a Sociedade Brasileira e Estadual de Zoológicos, deve ajudar nesse processo.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign