Limeira assume 4ª posição entre as 100 cidades brasileiras em água e esgoto

No estado de São Paulo, Limeira é a segunda cidade com melhores índices de saneamento; resultado reflete atuação planejada entre Foz e Prefeitura

Estação de Tratamento de Água de LimeiraA cidade de Limeira subiu mais três posições no ranking do saneamento divulgado pelo Instituto Trata Brasil, assumindo a 4ª colocação entre as 100 maiores cidades brasileiras com os melhores índices de abastecimento de água e esgotamento sanitário. No ano passado, o mesmo ranking citava Limeira na 7ª posição, com dados referentes ao ano de 2010. O ranking atual se baseia em informações de 2011 do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

A principal evolução de Limeira está no índice de esgoto tratado por água consumida. O novo estudo considera o início de operação da Estação de Tratamento de Esgoto Água da Serra, no final de 2010, elevando o tratamento de esgoto da cidade.

O ranking é baseado em dados de 2011 e já destaca Limeira como a segunda cidade do estado de São Paulo com os melhores índices de saneamento. Atualmente, a cidade de Limeira conta com 95.280 ligações de água e 94.386 ligações de esgoto, ou seja, 100% da população tem acesso à água e 99,06% tem acesso a esgoto. As ligações faltantes para a universalização do esgoto equivalem a 894, diferença que está relacionada a imóveis situados em locais mais afastados, como a área rural, que dispõem de sistema individual de tratamento de esgoto, como por exemplo, fossas e filtros, o que representa 0,94%.

Para o diretor da Foz – concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto desde 1995 – Tadeu Ramos, o salto de Limeira no ranking representa a evolução dos serviços, que acontece de forma gradativa e planejada em conjunto com o Poder Concedente, para que os investimentos atendam plenamente o crescimento da cidade. “Em saneamento os investimentos devem ser planejados antecipadamente, por isso é fundamental que a concessionária desenvolva ações com base no plano diretor do município para que os investimentos aconteçam realmente onde a cidade vai crescer”, pondera.

Para manter o acesso à água de qualidade e esgoto coletado e tratado a toda a população é necessário investimentos constantes. Entre 2011 e 2012 a Foz investiu cerca de R$ 26 milhões nos serviços de água e esgoto. Esse ano a expectativa é investir outros R$ 12 milhões em obras e serviços que vão desde a implantação de novas adutoras e reservatórios de água até a ampliação da Estação de Tratamento de Água e da Estação de Tratamento de Esgoto Tatu, que terão a capacidade de atendimento ampliada e receberão as mais novas tecnologias do setor.

O ranking do saneamento foi desenvolvido em parceria com a consultoria GO Associados, especializada em saneamento básico, e considera vários indicadores, entre eles, os índices de população atendida com água tratada, coleta e tratamento de esgoto, perdas de água e investimentos nos serviços de água e esgoto. Limeira ainda aparece como a primeira cidade no estudo tendo como operador de concessão plena de água e esgoto a iniciativa privada.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign