Deise Hadich entrega cartilha sobre o projeto a pais de alunos

DSC_6501aCerca de 70 pessoas, entre pais e familiares de alunos, compareceram no CEIEF Professora Aracy Nogueira Guimarães na tarde de terça-feira, 8 de abril, a fim de conhecer o projeto do Fundo Social de Solidariedade de Limeira, Horta Educativa, que está em fase de implantação no local.
A presidente do fundo, Deise Hadich, conversou com os presentes e entregou o Caderno da Família, que contém informações sobre alimentação saudável. São parceiros da iniciativa as secretarias de Saúde, de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente e de Educação, além do Ceprosom. A conselheira do fundo, Denise Lima, também esteve presente no evento.
Deise pediu a participação e o envolvimento dos pais durante o desenvolvimento do projeto. “É importante que vocês valorizem a motivação dos alunos”, disse. Segundo ela, a horta é simples em termos de recursos, mas é carregada de essência. “Trabalhamos a criança e a família, além de promovermos uma aproximação com a terra, por meio do plantio.”
A presidente também mostrou aos pais um pouco do conteúdo que será abordado junto às crianças, que abrange desde a origem dos alimentos e alimentação saudável, até noções de higiene. “Temos uma sequência completa de conteúdo”, reforçou.
A diretora da unidade escolar, Maria Eliete Lucchesi, contou que todos os envolvidos estão animados e engajados com o projeto. Para ela, “é uma oportunidade muito rica de aprendizado, uma vez que engloba várias áreas curriculares”. Maria Eliete reforça que os alunos aprenderão na prática conteúdos relacionados a disciplinas como ciências e geografia.
A mãe do aluno Luccas Bonde, de 7 anos, Cristiane Bonde, conta que tem o hábito de preparar alimentos saudáveis em casa, mas encontra dificuldade em fazer o filho consumi-los. “Espero que esse projeto me ajude nesse sentido”, disse. Cristiane ainda fala que acha interessante a oportunidade de o filho ter contato com a horta.
Já Silvia Babler, mãe da aluna Vitória Babler, 7, conta que a filha está animada com as atividades. “Ela chega em casa contando tudo o que aprendeu e se mostra muito ansiosa para consumir os alimentos plantados por ela”. Silvia conta que Vitória já teve experiências com plantio em casa, mas participar em grupo a tem motivado ainda mais.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign