Colomba é alternativa para presentear na Páscoa

Adicionar MídiacolombaA tradição da Páscoa, comemorada no próximo dia 31 de março, é presentear com ovos de chocolate e a cada ano a indústria alimentícia surge com novidades. Mas, uma outra opção gastronômica – a colomba pascal – vem ganhando espaço nos balcões das padarias e cafeterias e é, também, uma excelente opção de presente.

Receita originalmente italiana, a colomba é uma espécie de pão doce, com massa muito parecida com a do panetone. Seu formato faz alusão a uma pomba, (colomba em italiano), que é um sinal de paz e se refere à vinda do Espírito Santo, quando Jesus foi batizado. Diz a lenda que o rei lombardo Albuíno, prestes a invadir o vilarejo de Pavia, ao norte da Itália, com seu exército, se acalmou e desistiu do ataque após ganhar de um padeiro local um doce em forma de pomba, simbolizando a paz.

A empresa campineira Tartanero Salgados e Doces está se preparando para produzir suas colombas, que começam a ser vendidas na primeira semana de março. Já foram contratados três funcionários temporários e a previsão é que sejam vendidas 750 unidades do produto até a Páscoa – um crescimento de 30% em comparação ao ano passado. Os sabores disponíveis são: chocolate com gotas de chocolate e chocolate com uva passas e castanha, a R$ 39,90 o quilo.

Já na Panificadora Orly, as tradicionais colombas são vendidas há muitos anos. Surpreendendo seus clientes, a padaria decidiu inovar e a partir da última semana de fevereiro, passará a oferecer um novo sabor: bacalhau. “Pensando na tradição de se comer peixe durante a Quaresma, decidimos adicionar o bacalhau à receita, para que nossos clientes tenham uma opção inusitada”, conta a gerente Ana Maria Rodrigues. Ao todo, são 11 sabores doces (frutas; gotas de chocolate; amêndoas; nozes com cereja; chocolate com damasco; nozes; trufa ao leite, meio-amarga, branca e com nozes; damasco com chocolate) e três salgados (presunto e queijo, calabresa e bacalhau) ao dispor do freguês. O preço do quilo varia de R$ 30,00 a R$ 45,00 (de bacalhau). Com a inclusão dos novos sabores a previsão é de que seja vendido 20% a mais que em 2012.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign