Brasileiros aproveitam crise para fazer sabático na Austrália

Intercâmbio para adultos é opção para impulsionar a carreira ou mudar de área

15317026163_f40f17d494_k_201681917171-1

Uma das saídas que os brasileiros têm encontrado para driblar o desemprego e utilizar seu FGTS de forma proveitosa são os chamados “intercâmbios profissionais”. A Mais Austrália (www.maisaustralia.com), agência de intercâmbios especializada na Oceania, oferece diversos cursos no exterior voltados a profissionais experientes ou que estejam entrando no mercado de trabalho.
O objetivo da viagem é ampliar os horizontes, aprimorar os conhecimentos e, até mesmo, mudar de carreira. O professor de educação física Fabrício Schmitt, 43 anos, é um dos que decidiu tentar a sorte em outro campo profissional. Após duas visitas como turista e novamente com o apoio da agência, desembarca na Austrália pela terceira vez. Lá, ele passará os próximos dois anos estudando business.
“Além da crise, os anos tornam cada vez mais difícil atuar em minha profissão. A Mais Austrália foi superimportante quando decidi viajar novamente por ter me acolhido e apresentado o leque de possibilidades de que dispunha”, comenta Schmitt.
A agência, com sede no Brasil e na Austrália, disponibiliza cursos de inglês (a partir de 16 semanas); de pós-graduação e MBA (a partir de um ano), voltados a quem busca especialização e, por fim, aqueles conhecidos como VET, equivalentes a cursos técnicos, com formações rápidas para explorar uma nova área – há as modalidades de certificado (a partir de seis meses) e diploma (um a dois anos).
Por que a Austrália?
foto_maisaustralia_mel_2016819173513O Brasil faz parte do top 10 de países com maior número de estudantes matriculados em cursos na Austrália. Entre as razões que tornam o país atrativo estão o clima – muito semelhante ao brasileiro –, um ambiente receptivo a estrangeiros, um câmbio favorável em relação a outros países de língua inglesa e a possibilidade de trabalho com o visto de estudante.

A Mais Austrália auxilia os viajantes do início ao fim, desde a escolha de cidade e curso até o dia a dia do intercambista em seu destino. Recomenda-se que a contratação seja feita, no mínimo, três meses antes da data de embarque. O período compreende, além do tempo para formatar o “projeto de intercâmbio”, a preparação dos documentos para o visto, o pagamento das taxas, a compra das passagens, entre outros.

“Queremos dar novas oportunidades para que profissionais brasileiros encontrem uma forma de driblar a crise, investindo em suas carreiras. No passado, o intercâmbio era relacionado aos adolescentes, mas claramente esse público amadureceu”, comenta o sócio da agência, Rawflin Bezerra.

Sobre a Mais Austrália
Agência especializada em intercâmbio profissional na Austrália e Nova Zelândia com cursos de inglês, profissionalizantes, de pós-graduação, MBA, entre outros. Fundada em 2006, na Austrália, auxilia brasileiros que residem no país a encontrar cursos de inglês e treinamentos específicos. Há dois anos no Brasil, atende à demanda de quem busca oportunidades de internacionalização. www.maisaustralia.com.
JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign