7º FestiAfro promete surpreender Limeira com músicas relacionadas a cultura Afro

Acontece nesse sábado, 17, o “VII FestiAFRO”, festival destinado a abrir espaço aos compositores e intérpretes da música popular brasileira de todos os gêneros, com temas relativos à cultura afro brasileira.
O festival desse ano, que foi criado para fomentar produções musicais e discutir o preconceito racial através da magia da música com temas relativos à cultura afro brasileira, apresenta composições somente de artistas nascidos ou residentes em Limeira, devidamente comprovados.
Além das apresentações, já nesse sábado, serão conhecidos e premiados os vencedores, que concorrem a prêmios em dinheiro para o 1º, 2º e 3º lugar, e Consagração Popular, além disto o melhor intérprete, melhor letra e melhor arranjo levam troféus para casa
A apresentação única, que tem realização da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura, acontece a partir das 20h, no Teatro Vitória e terá a seguinte ordem de apresentações.

A alma não tem cor, de Allan Piter, também intérprete

Embalo do Samba, de Maria Elena Maciel Godinho Savassi, e interpretação do Grupo Etnia do Samba

Olorum, de Mônica Motta Camargo, também intérprete

Nas veias do País, de Silvanei Bonfim e interpretação do Grupo Quarta

Eterno Grito, de Antonio Carlos Fiore e Lucas dos Santos, também intérprete

Rosa Negra, de Antônio Lugão, também intérprete

Seminua, de Robson Barboza, também intérprete

Cor de Terra, de Joydson Terra e interpretação dos Leões das Artes

Direitos Violados, de João Lejambre, e interpretação de João Lejambre e Ópera do Chão

Iáiá… entra nessa roda, iáiá…, de Carlos César Neves, também intérprete

 Os convites para o espetáculo, que tem entrada franca e a classificação livre, podem ser retirados na bilheteria do Teatro Vitória, uma hora antes do evento. Outras informações podem ser obtidas no telefone da Cultura: (19) 3451 0502 e pelo blog: www.culturaliemira.blogspot.com.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign