info-iphonev2A Apple anunciou terça-feira (10) dois novos iPhones: o iPhone 5C, mais barato e que usa a tecnologia do iPhone 5 e tem corpo de plástico, e o iPhone 5S, smartphone topo de linha da empresa que traz um leitor biométrico para destravar o aparelho usando as impressões digitais do usuário e um processador mais rápido, de 64-bit.

O iPhone 5C é o smartphone de baixo custo apresentado pela empresa que será vendido por a partir de US$ 100 nos Estados Unidos com contrato de dois anos com uma operadora de telefonia móvel – valor do modelo de 16 GB. O modelo de 32 GB de espaço vai custar US$ 200 com o mesmo tipo de contrato.

O smartphone também será oferecido desbloqueado, e irá custar US$ 550 e US$ 650 nos modelos de 16 GB e 32 GB, respectivamente.

A pré-venda do aparelho começa a partir do dia 13 de setembro nos Estados Unidos. Ele será vendido uma semana depois nos EUA, Austrália, Canadá, China. França, Alemanha, Japão, Cingapura e Reino Unido.

O novo iPhone tem corpo de policarbonato reforçado e virá em cinco cores: verde, branco, azul, rosa e amarelo. A capa plástica cobre todo o produto e não há junções de solda ou parafusos. As cores cobrem também os botões laterais de volume e o superior que trava a tela. Haverá capinhas de silicone coloridas para poder enfeitar o iPhone 5C que serão vendidas por US$ 30.

Entre as configurações do iPhone 5C estão o chip A6 (o mesmo do iPhone 5), câmera de 8 megapixels, tela de 4 polegadas de Retina Display e rede de internet móvel 4G. A empresa diz que o celular será compatível com redes de diversos países, mas não especificou quais.

iPhone 5S
A Apple apresentou também uma versão “topo de linha” do iPhone, chamada de iPhone 5S. A novidade é que o aparelho vem em três cores, preto; dourado e prateado, tem leitor biométrico, chip de 64-bit e mantém as dimensões e características como tamanho de tela de 4 polegadas do iPhone 5 e acesso à rede móvel 4G.

O smartphone será vendido por US$ 200 (16 GB), US$ 300 (32 GB) e US$ 400 (64 GB) por meio de contrato de dois anos com operadora de celular nos Estados Unidos. Por lá, o iPhone 5S será vendido a partir do dia 20. Na mesma data, Austrália, Canadá, China. França, Alemanha, Japão, Cingapura e Reino Unido venderão o iPhone 5S. Até dezembro, mais de 100 países receberão o novo celular da Apple.

No site da empresa, também constam os valores para os produtos desbloqueados. Nos modelos de 16GB, 32 GB e 64 GB, o iPhone 5S irá custar US$ 650, US$ 750 e US$ 850, respectivamente.

O botão Home, na parte frontal do aparelho, perdeu o desenho quadrado tradicional, dando lugar para um leitor biométrico que irá aumentar a segurança do iPhone. Chamado de Touch ID, o recurso usa a impressão digital do usuário para destravar a tela do smartphones.

O sensor 500 pixels por polegada e lê em 360 graus, além de aprender como o usuário usa o recurso para destravar o aparelho. O Touch ID será usado, também, para autenticar a conta do usuário nas lojas virtuais do iTunes e da App Store, oferecendo mais segurança para a compra de aplicativos ou de músicas, por exemplo.

A Apple afirma que os dados de impressões digitais ficarão armazenados apenas no iPhone do usuário e não será enviado para servidores da Apple.

A bateria terá 10 horas de duração para navegação na internet ou 250 horas com o celular em modo espera (stand by).

O iPhone 5S terá o chip A7, que será o primeiro processador de 64-bits utilizado em um smartphone, segundo a Apple. Ele possui mais de 1 bilhão de transistores e irá aprimorar o uso de aplicativos e de outros recursos do smartphone.

Comparado com o primeiro iPhone lançado em 2007, o iPhone 5S é 40 vezes mais rápido com sua configuração apresentada. A parte gráfica do aparelho é 56 vezes melhor do que do iPhone original, segundo dados da empresa.

A Apple usa também em seu novo iPhone um coprocessador para aplicações que usam aplicativos baseados em movimento, como os usados em esportes pela Nike, chamado M7. Ele utiliza todos os sensores e mede a todo momento os dados vindos do acelerômetro, giroscópio e bússola, sem a necessidade de utilizar o A7, o que reduz consumo de bateria.

JC Limeira - Todos os direitos reservados 2016 | Desenvolvido por FMTurati WebDesign